terça-feira, 20 de novembro de 2012

Refresque o Verão!

¬ Infusões que são úteis, mágicas e ainda aliviam o calor


O Solstício trouxe o Verão para nós, residentes do Hemisfério Sul. Iniciado oficialmente às 3h30 da madrugada do dia 22 de dezembro (horário de Brasília), a estação do Sol chegou com muito calor em todo o país, afinal o Verão no Brasil é sinônimo de calor intenso. O "Rio 40º", tão famoso que virou música, abre a temporada de praias lotadas,  passeios ao ar livre, pancadas de chuvas, muitos ventiladores e clima instável, dentre muitas outras coisas... Toda e qualquer sombra é bem vinda e para aliviar o calor tudo é válido. E que tal um chá gelado? 

Sobre o Chá, a Tisana - e os benefícios...

O "verdadeiro" chá vem a ser uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores ou raízes da planta Chá, a Camellia sinensis (foto ao lado). Esta mesma espécie de Camellia dá origem a milhares de chás diferentes, de acordo com as condições de cultivo, coleta, preparo e acondicionamento das folhas. No entanto, todos esses produtos podem ser divididos em quatro categorias distintas:

- Chá Branco, não fermentado e produzido das mais tenras folhas, mais raro e caro;
- Chá Verde, levemente fermentado;
- Chá Oolong, de fermentação mediana, basicamente ficando entre o chá verde e o preto, mas com características degustativas geralmente mais a cerca do chá verde;
- Chá Preto, bem fermentado, e forte.

As infusões que conhecemos como 'chás', na verdade, são denominadas de tisanas, que são toda e qualquer infusão de frutos, folhas, raízes ou ervas - mesmo não contendo as partes da planta Chá. Geralmente preparadas com água quente, as tisanas adquirem seu sabor de acordo com as ervas e o processamento utilizado na preparação da infusão. O processo mais comum consiste em colocar a erva escolhida na água a ferver durante cinco ou seis minutos num recipiente fechado. Após esse tempo, ele é retirado do fogo e colocado para descanso, ainda tapado, por cerca de 15 minutos. Depois de coada, a tisana estará pronta para ser consumida. Uma das vantagens de se fazer uso das tisanas é que a cada maneira de preparo um novo sabor é encontrado, tanto de acordo com o processo utilizado, como pela maneira de adoçar, a quantidade de cada erva utilizada... Uma verdadeira alquimia.

 
Muitas dessas infusões possuem propriedades medicinais e você pode cultivar ervas em sua própria horta ou jardim, ou adquirir as mesmas em casas especializadas. Para quem estuda e segue a Herbologia, além das propriedades medicinais fitoterápicas, existem as características mágicas vindas da energia de cada planta através de seus princípios ativos, formas, cores, aromas... Elas possuem aura, alma, VIBRAÇÃO: as plantas possuem a força dos quatro elementos-base, tanto em sua composição como no local aonde se encontram.  

Os antigos estudiosos esotéricos perceberam que a força, a energia de cada planta se relacionava mais fortemente com um dos quatro elementos e tomaram este dado para classificá-las desta forma por sua Regência Elementar. Além disso, utilizaram também os sete astros conhecidos na época para associar as Regências Astrológicas de cada planta, e assim poder lidar com suas características para consagração e uso mágico de cada uma delas. Ainda hoje utilizamos estas classificações: por vezes você encontrará em livros e listas na internet, por exemplo, que a canela é uma planta regida pelo elemento Fogo e pelo Sol ou ou que a amêndoa é do elemento Terra e é regida por Mercúrio. Todas essas indicações são válidas no uso mágico das plantas e ervas.

É sempre importante lembrar que a maioria das ervas é bastante segura, mas algumas podem apresentar efeitos colaterais se usadas indevidamente. Algumas plantas podem ser usadas inteiras sem risco algum, outras podem ser úteis apenas nas folhas ou frutos, tendo em suas raízes princípios ativos altamente nocivos...  Mesmo sabendo que inúmeras dessas plantas e ervas são usadas largamente na Gastronomia e em Medicina Alternativa, faça uso de um bom guia fitoterápico ou procure um especialista ANTES de utilizar quaisquer uma das receitas que você vier a encontrar aqui ou nos demais sites e livros sobre o tema. É fundamental só utilizar certas plantas com a orientação de um fitoterapeuta experiente.

Abaixo, segue uma excelente forma de fazer um chá gelado para refrescar durante os dias de sol a pino (clique na imagem para ver em maior escala). Além disso, listamos algumas combinações básicas que afastam o calor e trazem alegria, entusiasmo e força extra para recarregar as nossas energias no verão brasileiro. 





Receita #01
01 casca de uma Laranja inteira
Sementes de Funcho (Erva-Doce)
Pétalas de Hibisco (pode-se substituir as pétalas por sumo de Limão)

* Depois de fervida a água, lave muito bem e acrescente a casca de laranja. Deixe ferver por alguns segundos, apagar o fogão e juntar as sementes de funcho. Ao esfriar, coar e levar à geladeira. Repetir a preparação dos gelo especial com a infusão de hibisco. Após solidificar, usar os cubos róseos com o chá gelado de casca de laranja. Adoçar somente depois disso, pois o hibisco tende a adocicar levemente... Se quiser, acrescente uma fatia de laranja sem casca.

......................................................................................................................................................................

Receita #02

Folhas de Hortelã Pimenta
Pêssegos com casca
01 colher de café de Chá Verde

* Aquecer a água até que esteja a ponto de ferver. Descascar os pêssegos e dispor o chá verde e as cascas num recipiente e despejar a água por cima, tapar e deixar em repouso por três minutos. Levar à geladeira após esfriar.  Preparar o gelo especial com a infusão de hortelã pimenta. Após solidificar, usar os cubos no chá gelado já pronto. Pode-se colocar pedaços pequenos de pêssego para adoçar e algumas folhas bem lavadas de hortelã pimenta para decorar.

......................................................................................................................................................................

Receita #03
Erva Mate
Maçãs desidratadas, cortadas em pedacinhos
Limão (suco e gomos)

* Aquecer a água até que esteja a ponto de ferver. Dispor a erva mate num recipiente e despejar a água por cima, acrescentar a maçã desidratada, tapar e deixar em repouso por três minutos. Levar à geladeira após esfriar. Faça um suco de limão levemento forte e disponha na forma de gelo. Após solidificar, usar os cubos no chá já pronto. Na hora de servir, disponha os gomos de limão para decorar e acrescente mel à gosto.



Por Aysel Gülbarg [Chris Wolf],
 originalmente publicado em 04.01.12
© Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

¬ Obrigado por seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...