terça-feira, 20 de novembro de 2012

Como fazer um esbá simplificado?

* Por algum tempo escrevi para um site da qual era moderadora sob um pseudônimo, tirando dúvidas enviadas por e-mail para a coluna que se chamava "Bruxa Teteca Responde - Por Trina Tanith". As opiniões expressas eram minhas, portanto trago os textos também para cá e inauguro mais uma aba de temas no bloguito: 


Como fazer um esbá?
¬ Um ritual simples para honrar a Deusa nas luas cheias

Olá, como vão, queridas e queridos? Sou Caterina (Trina) Tanith; para os amigos, Teteca. Muitas pessoas entram em contato para tirar dúvidas sobre magia, querem receitas, dicas e muito mais... Para inaugurar esta coluna sobre assuntos diversos da Wicca e da magia em si, respondo à pergunta feita pela Íris, do Rio de Janeiro:

"Olá, poderiam me dar alguma dica de como fazer um esbá em casa? Sou iniciante nos estudos e não quero fazer nada de errado! Blessed be, Íris."

Bom, Íris, obrigado pelo contato! Eu gostei muito de um texto publicado neste site sobre a Lua em trânsito pelo Zodíaco e me perguntei se todos sabem o que é um esbá e como podemos fazer um ritual simples para honrar nossa Grande Mãe.


 Primeiro, a definição: os Esbás são celebrações que fazemos nas treze datas de lua cheia do ano. Nas demais luas é possível fazer rituais também, mas nos esbás a energia reverenciada é específica: reverencia-se a força vital criativa, geradora e sustentadora do universo, manifestada como a Grande Mãe. Segundo o texto "Carga da Deusa", popularizado por Doreen Valiente, a Senhora nos pede que "sempre que necessitarem da Minha ajuda, reúnam-se em um local secreto, pelo menos uma vez por mês, especialmente na Lua Cheia". Por ser o auge do poder da Deusa, a lua cheia é o momento adequado para rituais de cura e trabalhos mágicos. Nos esbás em coven geralmente trocam-se idéias, realizam-se rituais especiais, agradecem-se a Deusa e ao Deus e realizam-se trabalhos de cura e proteção.

A Deusa possui mil nomes e faces, como você irá descobrir e progressivamente se acostumar. Para cada esbá é possível invocar uma face da Deusa ou até mesmo uma deidade especifica, caso seja de sua vontade. Porém, como estamos "começando do começo", será melhor você se direcionar para "A" Deusa, em sua unidade primordial. A conexão que você irá fazer pode ser simples, elaborada, com textos, etc, etc [rs]... O importante é que você SINTA o que está acontecendo. Portanto, nada de se preocupar com textos longuíssimos para decorar, posições a fazer ou excesso de instrumentos magicos (ai, não encontrei a erva "x", não vou poder fazer meu esbá!!)
[rs]... A dica que eu lhe dou é: mantenha a coisa simples e direta. Uma coisa que aprendi em minha vida mágica é que as deidades com quem lidamos são 'próximas'. Respeito é bom, mas não é preciso ter receio de parecer tolo ou de não saber o que falar ou como se portar.

Se será apenas uma celebração ou se será feito um feitiço para uma demanda especifica, fica em aberto. Se quiser, apenas agradeça... Ou peça... Ou apenas se conecte, sinta... E não precisa se preocupar com o espaço, se é pequeno ou grande; ou se está frio ou chovendo, viu? Logicamente, fazer o ritual sob a lua em plenitude é melhor, claro... Se não for possível fazer ao ar livre, dedique-se a uma meditação com uma oferta simples. Não sei se você consegue visualizar facilmente, mas se for imaginativa já ajuda bastante. Se for necessario, use musica ambiente para lhe ajudar a "sintonizar" a energia da Deusa e entrar no clima do esbá.

 
 Se conseguir mesmo que por um instante olhar para o céu limpo e ver a lua, concentre-se no brilho dela... Caso não seja possível vê-la diretamente, imagine uma grande lua cheia no céu. Comtemple a Lua como quem olha um rosto conhecido, próximo, um rosto familiar... Feche os olhos e pense com todo o seu coração, no objetivo do seu esbá (agradecer, pedir, reforçar, etc) e como quem conversa com uma amiga, mostre porque isso é importante para você. Após isso, use algum líquido para consagrar e beber. Eu te sugiro vinho, suco de uva, leite ou água, ok? Levante o taça (ou mesmo o copo) para o alto, com as duas mãos, imaginando que as bençãos da Lua se concentram neste líquido. Imagine a energia a lua como um feixe de luz descendo e se misturando a esse líquido, dando-lhe luz... Se estiver ao ar livre, procure ver o reflexo da lua nele. Após sentir que o líquido está energizado, oferte o brinde a Deusa e beba-o totalmente. Caso não tenha nada parecido para beber, imagine o mesmo feixe de luz descendo sobre você que irá inalar essa energia, sentir essa luz ao seu redor, ver a luz por entre seus dedos, passando por seus cabelos... Eleve ambos os braços para o céu e sinta os raios lunares descendo até você e lhe abençoando.

Outra dica: Uma vez usei roupas claras, brancas e isso me ajudou a visualizar as mesmas roupas com um brilho, como se tivesse sido salpicada pelo poder da Lua. Sentir a energia da lua é algo simples, mas que traz a Deusa para mais próximo de nós. E quando as coisas estão mais próximas, elas são mais facilmente vistas e entendidas. Se quiser, use a mesma idéia para energizar um cristal ou pedra com a força lunar. Dessa maneira, você pode usá-la para proteção ou cura ou outro proposito que lhe pareça necessário na hora do ritual exemplo. Usar música ou incenso? Deitar-se ou ficar em pé? Isso fica a seu critério. Se for te facilitar, faça o que lhe deixar mais à vontade. O importante é se permitir esta conexão, essa benção. No final do esbá, agradeça a Ela pela atenção, pela energia, por ter escutado o seu pedido/agradecimento. Após finalizar o ritual , apenas sente-se e fique em silêncio por alguns minutos e preste atenção a todo tipo de pensamento, intuição, sonho que tiver... Pode ser a Deusa que já está respondendo ao seu pedido!

Desejo, desde já, que Ela a ouça e a abençoe... Quando o "Chamado da Deusa" arrebata os nossos corações, é maravilhoso ver a magia se espalhando pelas nossas vidas... Espero que esta dica lhe ajude, não somente a você como a todos que aqui chegaram pelo mesmo motivo. E depois me conta como foi, ok!? E para quem quiser mandar perguntas, saber de dicas e/ou explicações sobre assuntos diversos da Wicca e da magia em si, é só escrever para mim!

Beijo-estrela,

Por Aysel Gülbarg [Chris Wolf],
 originalmente publicado em 03.06.11
© Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

¬ Obrigado por seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...